Peça à Terça – Tudo Sobre Estudo (1)

Estudar nos tempos de hoje não está fácil. Trate-se de uma criança de 6 anos na escola primária ou de um adolescente a preparar-se para os exames de entrada na universidade, as distracções são muitas, o tempo é cada vez menos e a concentração é constantemente ameaçada pela falta de motivações, pela imprecisão de objectivos e pelo assoberbamento dos apoios pedagógicos.

As matérias estão cada vez mais complexas, as terminologias cada vez mais rebuscadas e as classes cada vez mais sobrepopuladas, não havendo espaços para o indivíduo, para o pensamento criativo, para a ideia livre. O conhecimento é compartimentalizado, catalogado e injectado nas crianças que saem das fábricas da educação por lotes e datas de validade. Não vale a pena dourar a pílula, nem tão pouco esperar que os outros nos facilitem respostas ou explicações. Sem o sabermos, cada um de nós, pais de estudantes e/ou estudantes na maior idade temos em nós o poder de mudarmos este sistema e criar uma plataforma de conhecimento que respeite a pessoa e o seu contributo poiético à sociedade. Tudo tem a ver com Escolha e Método. E Organização.

Face aos frenéticos tempos de hoje, nada como uma boa lista de 12 regras de ouro para conseguir criar um espaço de pedagogia que leve à consciência de si mesmo e do próprio potencial. 12 verbos irão acompanhar-vos ao longo de 4 semanas nesta demanda pelo Santo Graal do sucesso nos estudos.

(esta lista é válida tanto para pais de estudantes de menor idade como para estudantes de maior idade)

1. Configurar

Qualquer tipo de trabalho começa na estrutura que o apoia.

Configure um espaço de estudo são e privo de distracções, longe de áreas de muito tráfico de pessoas (corredor, cozinha, sala com televisão).

Escolha uma cadeira confortável mas que promova uma postura adequada, uma mesa com espaço suficiente para criar várias zonas de trabalho e reflexão e uma ou mais estantes de apoio não muito distantes que proporcionem um bom armazenamento de livros e cadernos entre outras coisas. Não se esqueça da importância de um boa luz natural e de uma boa luz artificial, ideal para espaços usados de dia e de noite. Dedicaremos uma Terça extra a várias soluções para espaços de estudo. Fique atento.

study-room-with-relaxing-reading-space

2. Planear

Ceda um pouco do seu tempo para planear: deverá fazê-lo em alguns momentos chave ao longo do ano. Pouco antes do início de um ano lectivo, é necessário saber de antemão quando são as férias e o que vem a seguir às férias de modo a poder descortinar o que irá ser feito durante as mesmas, para não perder o ritmo e as matérias não caírem no oblívio.

Verifique se já estão marcadas avaliações e pense na melhor maneira de as acompanhar, quantas horas irá precisar para se preparar (ou preparar o seu filho) para as mesmas.

Sempre que haja algum evento fora de rotina que vá exigir um pouco mais de preparação faça logo um cálculo de horas por dia necessárias para a mesma. Lembre-se que nenhum plano é de ferro, nem todos os erros são previsíveis, mas um bom planeamento, fléxivel e prático faz mesmo toda a diferença e os resultados são imediatos.

calendar

3. Criar

As rotinas nunca são objecto de desejo de ninguém, mas são indispensáveis para uma vida de estudo sálubre. Se tem filhos pequenos, esta afirmação é duplamente válida. Nada melhor do que uma rotina sã, com horários bem definidos e seguidos à risca, não esquecendo a dose adequada de flexibilidade e espírito prático dos mesmos para criar as condições próprias para o estabelecimento dos métodos que mais tarde lançarão as bases para uma vida de adulto com uma estrutura sólida e pronta.

Crie uma rotina equilibrada contando com um pequeno espaço reservado para cada peça do puzzle:

-as 8 a 12 horas de sono (dependendo da faixa etária);

-as refeições com hora marcada: 45 minutos a 1 hora, dependendo do momento do dia;

-o momento adequado (mas crucial) de estudo: 30 minutos a 1 hora por dia depois da escola, dependendo da eminência ou não de período de avaliações;

-o(s) momento(s) de brincar, de preferência ao ar livre mas também com jogos e actividades que possam envolver e aproximar os irmãos e/ou os pais;

-o tempo limitado e controlado de televisão / computador / consola (não mais do que 30 minutos por dia);

-a altura de ler: seja pelo adulto seja pela criança, a leitura está para a nossa mente como a higiene dentária está para os dentes;

-a pausa para a conversa: sempre que haja possibilidade, nas viagens de carro, à mesa na hora de jantar (nunca com televisão), depois do jantar, etc;

-o bocadinho do dia para a nossa higiene: é um ritual importante e que nunca deve ser menosprezado – a máxima Mens sana in corpore sano existe por alguma razão.

Family Enjoying meal,mealtime Together

Para a semana mais 3 verbos, mais 3 degraus que o levarão ao sucesso!

Boa Terça e Boas Rotinas!

About the Author:

Decidida, perseverante e viciada em desafios, mãe de 3 filhotes e esposa de italiano, a Rita é também, nas horas vagas, licenciada em Línguas e Literaturas Clássicas e Portuguesas, um curso que, indirectamente, a impulsionou a descobrir o mundo, ainda inexplorado, dos dispositivos médicos e da criopreservação de células estaminais, onde exerceu um papel de relevância no apoio logístico. Teve desde cedo o bichinho da organização, com a mania de querer sempre melhorar tudo e encontrar soluções para toda a gente e foi nesses dois âmbitos dos serviços médicos que começou a perceber que havia ali algum padrão reconhecível e caminho a singrar. Acabou a seguir o trilho de Professional Organizer, profissão ainda desconhecida em território português, fez formação nos Estados Unidos e tornou-se numa das POs pioneiras em Portugal, com formação certificada pela NAPO (National Association of Professional Organizers) da qual é também membro. Já andou pelo Consulado de Itália no Porto e pelo ramo imobiliário, mas é na OrganiGuru, a escrever o seu blog de ideias de organização (OrganiBlog) e a ajudar clientes a organizarem-se melhor que a Rita se sente como peixe dentro de água. Perita também na gestão de projectos e pessoal, nos seus tempos livres adora viajar e aprender novas línguas, deixar no perfil do FB as mil e uma ideias que lhe passam pela cabeça, resolver o cubo de Rubik 3x3 (quase) em apneia e aventurar-se pelo mundo da pastelaria, a sua catarse e terapia pessoal, sobretudo se envolver chocolate com 70% de sólidos de cacau. E uma cervejinha artesanal.

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.