Quarta Farta – Pegadas Verdes (8)

Finalmente chegados ao fim de 8 semanas de Pegadas Verdes, fechamos com cahve de ouro e com o último RE: Reflectir.

Reflectir

Aqui está uma palavra difícil de digerir. Nos dias que correm, há muitos verbos que utilizamos com assaz frequência: telefonar, fazer, comprar, trazer, pegar, escrever, trabalhar, reunir, decidir,… O verbo reflectir parece para sempre resignado a ficar no banco dos suplentes da nossa agenda à espera da sua vez de entrar em acção.

Já alguma se perguntou quantas vezes reflecte por semana? Quatro? Duas? Uma? Nenhuma? Está na altura de mudar essa atitude e reservar um lugar especial para essa actividade tão desprezada e, paradoxalmente, tão prioritária da essência do ser humano. As grandes descobertas protagonizadas pela nossa espécie conseguiram-se com 20% de acção e 80% de reflexão. Sem reflectir, Gandhi nunca teria sido protagonista do Pacifismo e da Não-violência. Edison nunca teria descoberto a lâmpada. Armstrong nunca teria saído da órbita terrestre. O homem nunca teria descoberto o uso do fogo. A roda estaria para sempre condenada ao limbo das grandes invenções da história.

Cada um de nós tem o potencial para mudar uma pequena parte do que faz o mundo. Juntos, somos a mudança em potência. Comece agora a praticar a arte da reflexão e da meditação. Reflicta sobre o que pode fazer por si, pela sua família, pelos outros, pelo mundo que o abriga. Dispenda um pouco do seu tempo a encontrar novas soluções, a treinar a sua mente para descobrir novas formas de retribuir aquilo que a natureza lhe dá todos os dias em abundância.

Este artigo de hoje não pretende impor conselhos nem trazer novas dicas. O grande objectivo de hoje é motivar. Confesso que quando iniciei esta senda pelas 8 semanas de Pegadas Verdes tinha muitas ideias ainda no torno a precisarem de ser limadas e muitas atitudes ainda a reformular e reorganizar. Após este período, sinto que a minha mente foi reformulada e vejo tudo com maior clareza e consciência. As minhas acções mudaram, as minhas tarefas e hábitos diários reflectem agora o resultado final destas oito semanas de consciencialização e introspecção.

Espero ter conseguido trazer uma mais valia para o vosso dia-a-dia, para uma melhor consciência verde e uma pegada de carbono mais imperceptível para todos.

Em breve no nosso site poderão consultar uma lista descarregável dos 10 REs.

Para a semana começamos novo ciclo, novas ideias, novas soluções!

Boa Quarta e Boas Reflexões!

pegada_carbono

About the Author:

Decidida, perseverante e viciada em desafios, mãe de 3 filhotes e esposa de italiano, a Rita é também, nas horas vagas, licenciada em Línguas e Literaturas Clássicas e Portuguesas, um curso que, indirectamente, a impulsionou a descobrir o mundo, ainda inexplorado, dos dispositivos médicos e da criopreservação de células estaminais, onde exerceu um papel de relevância no apoio logístico. Teve desde cedo o bichinho da organização, com a mania de querer sempre melhorar tudo e encontrar soluções para toda a gente e foi nesses dois âmbitos dos serviços médicos que começou a perceber que havia ali algum padrão reconhecível e caminho a singrar. Acabou a seguir o trilho de Professional Organizer, profissão ainda desconhecida em território português, fez formação nos Estados Unidos e tornou-se numa das POs pioneiras em Portugal, com formação certificada pela NAPO (National Association of Professional Organizers) da qual é também membro. Já andou pelo Consulado de Itália no Porto e pelo ramo imobiliário, mas é na OrganiGuru, a escrever o seu blog de ideias de organização (OrganiBlog) e a ajudar clientes a organizarem-se melhor que a Rita se sente como peixe dentro de água. Perita também na gestão de projectos e pessoal, nos seus tempos livres adora viajar e aprender novas línguas, deixar no perfil do FB as mil e uma ideias que lhe passam pela cabeça, resolver o cubo de Rubik 3x3 (quase) em apneia e aventurar-se pelo mundo da pastelaria, a sua catarse e terapia pessoal, sobretudo se envolver chocolate com 70% de sólidos de cacau. E uma cervejinha artesanal.

Leave A Comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.