Peça à Terça – Tudo sobre Estudo (3)

Anda às aranhas por causa dos exames do seu filho mais velho? A planear o final do ano lectivo para a sua mais nova? É preciso coragem e muita paciência para aguentar este últimos momentos antes das férias. Hoje temos mais duas regras de ouro que a poderão ajudar a enfrentar mais um mês de aulas, exames e estudo sob a forma de dois verbos:

5. Limitar

O segredo para qualquer boa sessão de estudo está na qualidade e na quantidade de tempo despendido. Muitas vezes, mais vale uma meia-hora por dia de boa concentração e de trabalho contínuo do que duas horas de distracção e poucos resultados.

O grande truque para que esse momento corra o melhor possível está em saber o que deixar de fora da equação necessária para o sucesso. Limitar é a palavra de ordem:

-as horas de televisão / consola / internet: não mais de 30 minutos por dia;

-o uso de telemóvel / telefone de casa enquanto estuda: absolutamente proibido se se quer um momento de verdadeira concentração;

-as entradas e saídas de pessoas: sobretudo tratando-se de crianças pequenas, com dificuldade de concentração – qualquer interrupção é motivo e pretexto para se distrair;

-as pausas: é sempre salutar fazer uma pausa de 5 minutos por cada meia-hora mas é preciso evitar os exageros;

-as comidas e bebidas: não mais do que um copo ou dois de água ou sumo que pode ser bebida enquanto se estuda – para as comidas mais vale aproveitar a pausa para o efeito, sobretudo se se quiser optar pela fruta que tende a requisitar o uso das duas mãos;

-os livros / revistas / almanaques que não tenham nada a ver com a matéria em estudo: retire-os da zona de estudo se for necessário;

-as músicas: sejam músicas de ambiente ou não, se impedem a concentração devem ser banidas;

-tudo o que não é essencial ao estudo mas que pode ser motivo de distracção: retire-os da vista, pelo menos do ambiente de trabalho.

Já pensou que o seu braço direito no estudo pode ser a alimentação? Saiba mais na próxima semana em que o verbo será Alimentar.

Boa Terça e Bons Limites!

Frustrated boy using laptop

About the Author:

Decidida, perseverante e viciada em desafios, mãe de 3 filhotes e esposa de italiano, a Rita é também, nas horas vagas, licenciada em Línguas e Literaturas Clássicas e Portuguesas, um curso que, indirectamente, a impulsionou a descobrir o mundo, ainda inexplorado, dos dispositivos médicos e da criopreservação de células estaminais, onde exerceu um papel de relevância no apoio logístico. Teve desde cedo o bichinho da organização, com a mania de querer sempre melhorar tudo e encontrar soluções para toda a gente e foi nesses dois âmbitos dos serviços médicos que começou a perceber que havia ali algum padrão reconhecível e caminho a singrar. Acabou a seguir o trilho de Professional Organizer, profissão ainda desconhecida em território português, fez formação nos Estados Unidos e tornou-se numa das POs pioneiras em Portugal, com formação certificada pela NAPO (National Association of Professional Organizers) da qual é também membro. Já andou pelo Consulado de Itália no Porto e pelo ramo imobiliário, mas é na OrganiGuru, a escrever o seu blog de ideias de organização (OrganiBlog) e a ajudar clientes a organizarem-se melhor que a Rita se sente como peixe dentro de água. Perita também na gestão de projectos e pessoal, nos seus tempos livres adora viajar e aprender novas línguas, deixar no perfil do FB as mil e uma ideias que lhe passam pela cabeça, resolver o cubo de Rubik 3x3 (quase) em apneia e aventurar-se pelo mundo da pastelaria, a sua catarse e terapia pessoal, sobretudo se envolver chocolate com 70% de sólidos de cacau. E uma cervejinha artesanal.

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.