Mas afinal o que é ser Professional Organizer?

Nos dias de hoje, o nosso dia-a-dia tem sido pautado pela crise e pela necessidade de criar emprego numa conjuntura que torna cada vez mais difícil a obtenção de emprego estável e cada vez mais precária a situação do cidadão comum. Por esse motivo, têm nascido a cada dia novas profissões para fazer frente e dar resposta a um novo modo de vida que se foi modificando e que vai sofrendo sempre novas voluções com o passar dos anos, à medida das mentalidades da sociedade e ao sabor dessa mesma conjuntura.

Que estamos a caminhar para um consumismo cada vez mais galopante é um facto inegável e muitas têm sido as críticas e admoestações que têm tentado, por vezes em vão, criar consciência e travar este ciclo vicioso desenhado para a obtenção de um sentimento de comunhão, de pertença e anti-solidão através da compra, da imediatez e do consumo do que é material.

O resultado deste ciclo interminável é a sensação de se estar cada vez mais rodeado de coisas e menos rodeado de pessoas e cria-se um mal-estar evidente e um desconforto que nos leva a tentar desintoxicar e sair de vez desta rede sufocante que nos impele a comprar e a acumular cada vez mais. Muitas são as famílias que após vários anos de uma vivência quase automática de hábitos de acumulação e consumo se apercebem desse mal-estar e tentam procurar ajuda.

E é neste âmbito que actua o Professional Organizer. É alguém que, por vezes tendo passado por situações semelhantes, sabe como sair desse ciclo e faz uso de várias técnicas e sobretudo estratégias que, adequadas à dinâmica familiar em questão, ajudam a família a tornar-se mais organizada, mais assertiva nas suas decisões e mais livre para ser família.

Não se trata de um serviço de limpeza e arrumação. Não se trata de um serviço em que se substitui a pessoa e se deixa o cliente de fora. O Professional Organizer é um organizador, mas organiza a pessoa, não os objectos, O trabalho primordial de um PO faz-se junto com o cliente, nas sessões que se vão combinando. Em primeiro lugar, é feita uma avaliação das necessidades do cliente/família e, de seguida, há todo um trabalho de conhecimento do cliente, da sua família, de todas as dinâmicas que tomam lugar na casa a organizar, dos estilos de aprendizagem de cada um dos elementos da família e, sobretudo, do elemento familiar com quem se irá trabalhar durante as sessões.

É essencial que o PO conheça bem o seu cliente de modo a poder aconselhar as melhores tácticas, as técnicas mais eficazes que se aplicam àquele cliente em específico e que poderiam não funcionar noutras circunstâncias. Juntos e nas várias sessões de organização, o PO ajuda o cliente a tomar decisões e vai moldando o comportamento do cliente, como numa terapia, num âmbito de formação e, pouco a pouco, esse comportamento moldado do cliente e através da aprendizagem imprimida pelo PO, os resultados começam a tornar-se visíveis fisicamente nas várias divisões pelas quais vão passando juntos, PO e cliente.

Ao final do seu projecto de implementação de uma solução de organização, o cliente e a sua família ver-se-ão livres de tralha acumulada que pode ser física, materializando-se em objectos acumulados em quartos, mas também mental, representada por decisões por tomar e acções por implementar. É objectivo final do PO que o seu cliente e família possam finalmente atingir aquele bem-estar desejado que nunca poderá ser obtido por um serviço externo de organização implementado na sua casa cujo processo lhes é completamente alheio mas sim através de um serviço de reformulação de atitudes, de formas de pensar e sobretudo pela terapia comportamental que só um Professional Organizer poderá fornecer.

Sempre que pensar no trabalho de uma Professional Organizer, deixe de a ver como uma empregada doméstica ou como um serviço de mudanças ou de secretariado, mas sim como um Personal Trainer para uma mente mais organizada e mais sã, livre de tralhas, como um motivador e um “chefe de claque” do seu cliente.

Da próxima vez que olhar para um Professional Organizer veja um profissional e um formador e não como mais um produto a comprar e a consumir.

Venha conhecer mais de perto o trabalho de um Professional Organizer! Contacte-me hoje!

BM_Hoarder_panel

Sobre o Autor:

Decidida, perseverante e viciada em desafios, mãe de 3 filhotes e esposa de italiano, a Rita é também, nas horas vagas, licenciada em Línguas e Literaturas Clássicas e Portuguesas, um curso que, indirectamente, a impulsionou a descobrir o mundo, ainda inexplorado, dos dispositivos médicos e da criopreservação de células estaminais, onde exerceu um papel de relevância no apoio logístico. Teve desde cedo o bichinho da organização, com a mania de querer sempre melhorar tudo e encontrar soluções para toda a gente e foi nesses dois âmbitos dos serviços médicos que começou a perceber que havia ali algum padrão reconhecível e caminho a singrar. Acabou a seguir o trilho de Professional Organizer, profissão ainda desconhecida em território português, fez formação nos Estados Unidos e tornou-se numa das POs pioneiras em Portugal, com formação certificada pela NAPO (National Association of Professional Organizers) da qual é também membro. Já andou pelo Consulado de Itália no Porto e pelo ramo imobiliário, mas é na OrganiGuru, a escrever o seu blog de ideias de organização (OrganiBlog) e a ajudar clientes a organizarem-se melhor que a Rita se sente como peixe dentro de água. Perita também na gestão de projectos e pessoal, nos seus tempos livres adora viajar e aprender novas línguas, deixar no perfil do FB as mil e uma ideias que lhe passam pela cabeça, resolver o cubo de Rubik 3x3 (quase) em apneia e aventurar-se pelo mundo da pastelaria, a sua catarse e terapia pessoal, sobretudo se envolver chocolate com 70% de sólidos de cacau. E uma cervejinha artesanal.

Deixa o teu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.