Loading...

Era uma vez

Como tudo começou

Era uma vez uma força de vontade, um desejo de criar o próprio percurso e o sonho de um projecto novo. Um dia encontraram uma ideia e os quatro juntaram-se e criaram uma profissão nova em Portugal. Assim nasce a OrganiGuru, pelas mãos de Rita Accarpio, sonhadora nata e “gaja” com a mania da organização.

Estávamos no ano de 2010.

Nesse mesmo ano, a OrganiGuru torna-se membro da NAPO (National Association of Professional Organizers), uma associação americana de Professional Organizers que conta com mais de 30 anos de experiência e mais de 5000 associados. A OrganiGuru participa ainda esse ano na Conferência Anual da NAPO em Columbus, Ohio (EUA), onde teve formação de Organização Profissional in loco. O que propunha (e propõe) a OrganiGuru é simples: organizar pessoas e ajudá-las a criar autonomia na organização. Dar a cana de pesca e não o peixe.

Com essa missão em mente, em 2012, a OrganiGuru propõe-se com a sua ideia-projecto no programa The Next Big Idea na Sic Notícias, uma experiência interessante de networking e exposição ao público. Em 2013, a OrganiGuru esteve também no Japão, onde se reuniu com antigos engenheiros da Toyota para conhecer mais de perto as práticas de organização japonesa tais como o Kaizen e o TPS (Toyota Production System).

O que é ser OrganiGuru?

A ideia para este nome surgiu-me quando procurava estabelecer a minha mensagem e a minha missão. Não querendo “organizar por” mas sim “organizar com”. Desde cedo estabeleci que não seria um serviço de susbtituição do cliente, como há tantos. Nada disso. Queria transformar os meus clientes em “gurus” da organização, fazendo o caminho com eles até lá chegarem. Daí o nome “OrganiGuru”. O Guru da Organização. Que posso ser eu, mas é sobretudo o meu cliente.

É o resultado final.

Nasce assim um serviço de organização, o primeiro em Portugal

Não se trata de um serviço de limpeza e arrumação. O Professional Organizer é um organizador, mas organiza a pessoa, não os objectos. O trabalho primordial de um PO faz-se junto com o cliente, nas sessões que se vão combinando.

Sempre que pensares no trabalho de uma Professional Organizer, deixa de a ver como uma empregada doméstica ou como um serviço de mudanças ou de secretariado, mas sim como um Personal Trainer para uma mente mais organizada e mais sã, livre de tralhas, como um motivador e um “chefe de claque”.

 Rita Accarpio, Professional Organizer

Decidida, perseverante e viciada em desafios, mãe de 3 filhotes e esposa de italiano, a Rita é também, nas horas vagas, licenciada em Línguas e Literaturas Clássicas e Portuguesas, um curso que, indirectamente, a impulsionou a descobrir o mundo, ainda inexplorado, dos dispositivos médicos e da criopreservação de células estaminais, onde exerceu um papel de relevância no apoio logístico.

Teve desde cedo o bichinho da organização, com a mania de querer sempre melhorar tudo e encontrar soluções para toda a gente e foi nesses dois âmbitos dos serviços médicos que começou a perceber que havia ali algum padrão reconhecível e caminho a singrar. Acabou a seguir o trilho de Professional Organizer, profissão ainda desconhecida em território português, fez formação nos Estados Unidos e tornou-se numa das POs pioneiras em Portugal, com formação certificada pela NAPO (National Association of Professional Organizers) da qual é também membro.

Já andou pelo Consulado de Itália no Porto e pelo ramo imobiliário, mas é na OrganiGuru, a escrever o seu blog de ideias de organização (OrganiBlog) e a ajudar clientes a organizarem-se melhor que a Rita se sente como peixe dentro de água. Perita também na gestão de projectos e pessoal, nos seus tempos livres adora viajar e aprender novas línguas, deixar no perfil do FB as mil e uma ideias que lhe passam pela cabeça, resolver o cubo de Rubik 3×3 (quase) em apneia e aventurar-se pelo mundo da pastelaria, a sua catarse e terapia pessoal, sobretudo se envolver chocolate com 70% de sólidos de cacau. E uma cervejinha artesanal.